Mario Dal Maso

Condomínios podem ajudar no combate à Febre Amarela


A febre amarela é a doença que tem preocupado os moradores do estado de São Paulo desde o final do ano passado. Ela é transmitida em seres humanos pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes, na forma silvestre, e pelo conhecido Aedes Aegypti na forma urbana. 

De acordo com o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (5/02/2018), foram registrados 202 casos da doença e 76 mortes desde janeiro de 2017.  Por este motivo é importante que a população adote medidas que não ajudem na proliferação do agente transmissor urbano.  
 
A gerente de condomínio da Mario Dal Maso, Alessandra Muniz, afirma que os condomínios devem ficar atentos à limpeza de áreas comuns que possam formar ambientes que contribuem para a sobrevivência do mosquito – água limpa e parada. “Nestes casos, vale a velha receita usada no combate à dengue, cobertura de piscina, limpeza de jardins e fossos de elevadores”, explica.
 
Os condôminos também devem fazer a sua parte e manter limpos todos os locais que podem acumular água em suas casas. O condomínio pode promover ações que conscientizem a população sobre a importância de cuidar dos ambientes e da saúde. 

 

< Voltar



Mario Dal Maso - 2017 © Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Predicado Comunicação